VIVER EM BOM REPOUSO

VIVER EM BOM REPOUSO
Jean Carlos de Andrade

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

ENTREVISTA PARA O JORNAL GAZETA DO VALE -60 ANOS DE BOM REPOUSO MG


 











ENTREVISTA PARA O JORNAL GAZETA DO VALE

Gazeta - Como surgiu este gosto por escrever?

Jean C. de Andrade

Na escola eu gostava muito de fazer redações, criar histórias, brincar com o imaginário popular, aliando-se  á isto também na fase adulta quando comecei á trabalhar como caminhoneiro, eu levei comigo a mania de escrever, então eu fazia  um diário de viagens e de fatos acontecidos pela estrada, daí nasceu meu primeiro livro “Vida de Caminhoneiro”, livro este que me surpreendeu com uma boa aceitação do público leitor, algo que me presenteou até com uma participação no Programa Encontro com Fátima Bernardes da Rede Globo.

Gazeta -  Quantos livros você já escreveu e qual lhe deu mais prazer em fazer?

Jean C. de Andrade –

Escrevi e publiquei até o momento sete Livros, são livros que se diferem um e de outro, por todos eu tenho um carinho especial, escrevi causos, lendas, poesias, histórias e relatos, um livro biográfico sobre a história do Corinthians desde 1977, o qual gostei muito de fazer, também escrevi   crônicas e um belo romance, em meu livro “Pensamentos Poéticos” uma poesia de minha autoria chamada “Mulher Brasileira” foi ganhadora de um Prêmio e teve sua publicação em uma Antologia que foi lançada em Genebra na Suíça,  mas o livro  que me deu mais prazer em escrever, eu não consigo separar entre  “Vida de Caminhoneiro” e “Viver em Bom Repouso” pois com um eu me diverti demais escrevendo e com o outro eu pude aprender um pouco mais sobre a história de minha cidade Natal.

Gazeta - Você escreveu um livro sobre a história de Bom Repouso, sua cidade natal. Qual foi o fato que mais te emocionou e o que mais te chamou a atenção nas pesquisas feitas?

Jean C. de Andrade –

A história de Bom Repouso é surpreendente, não sei lhe responder qual fato realmente me impressionou, pois me emocionei á cada descoberta em pesquisa, saber que Bom Repouso começou de uma fazenda  em um Retiro de índios , que seus Padroeiros nasceram de uma homenagem á seus proprietários, é uma delas, a fé que o Bom-repousense tem, a união para construir em prol de um crescimento popular, as amizades e as conquistas, a história de seus antepassados e pessoas que deixaram marcas de grande relevância no município. O que me deus talvez maior emoção, foi escrever um pouco sobre minha família (Andrade) citando fatos  de um grande homem que fez parte da história de Bom Repouso, o Senhor José Bento de Andrade (ZÉ FROZINO).  

 

Gazeta -  O que você acha da cidade hoje?

Jean C. de Andrade –

Estou muito feliz com o rumo que  Bom Repouso está tomando, á vejo bem mais  bonita, moderna  e crescida, vejo que adquiriu progresso sem perder o jeito simples de uma cidade pequena do interior, já foi  considerada a Capital da Batata, hoje é uma grande potência  na produção de morangos .

 

Gazeta -  O que falta, na sua opinião, para a cidade se desenvolver mais ainda?

Jean C. de Andrade –

Talvez tenha que se investir um pouco  mais na área cultural, dar também maior cuidado ao que existe de belo em nossa cidade, cuidar mais  dos  pontos históricos (Monumentos e áreas naturais) fortalecendo assim  a área  turística, formar profissionais de capacidade para recepcionar visitantes, dar apoio aos artistas locais e ajudar na área hoteleira, porém ainda fico temeroso com as divisões políticas que existem em nosso município, há de se ter ainda um amadurecimento intelectual se tratando do modo que muita gente encara a política em Bom Repouso.


Gazeta -  Qual história de Bom Repouso você gostaria de contar em livro?

Jean C. de Andrade –

Em Bom Repouso  existem várias histórias e  lendas antigas, á começar por pinturas indígenas marcadas em grutas e cavernas do município, como também existem vários objetos  pré-históricos  de imenso  valor histórico, o que nos faz pensar nos fatos de  grande importância que existiram  no interior de nosso município, sendo assim, eu gostaria muito de investigar a sua origem e contar em Livro o início de tudo, a vida dos primeiros habitantes indígenas, a vida e a descendência  dos escravos que na fazenda Bom Retiro trabalhavam, creio que seria uma grande história e valeria a pena ser contada, é uma ideia á ser estudada, quem sabe ainda não vire livro? O futuro á Deus Pertence.

Gazeta - Você já tem algum outro livro encaminhado? Qual será o tema?

Jean C. de Andrade –

Sim, estou escrevendo alguns outros com temas diferentes e mais sérios, mas  estou por terminar o meu oitavo Livro, é um livro novo exercitando o meu lado poeta, apesar de ter escrito  e publicado o livro “Pensamentos Poéticos”, que são histórias poéticas, este será diferente, são poemas  e citações, ou seja, um livro de poesias.

sexta-feira, 29 de novembro de 2013


Leia uma parte do  Livro gratuitamente na Bookess :

 <iframe width="600" height="500" border="0" frameborder="no" name="" scrolling="no" src="http://www.bookess.com/embed/TwQFf"></iframe>

terça-feira, 26 de novembro de 2013

O Prefeito Atual de Bom Repouso MG 2013


                        EDMILSON ANDRADE

 

Pedagogo, Farmacêutico e Bioquímico, nasceu na cidade de Bom Repouso - MG em 25 de julho de 1972, filho de Sebastião Ilto de Andrade ( Tião do Roque) e Vilma Maria de Andrade.
 
 
EDMILSON ANDRADE – PREFEITO
MESSIAS CRISPIM BRANDÃO–vice –prefeito
ADMNISTRAÇÃO – 2009 - 2012
 
VEREADORES.
Carlos Henrique da Silva
Daniel Ribeiro Brandão
Edelmo Marcondes da Costa
Gilberto Antônio Simões
Gilmar Evantuir Crispim
Joaquim Avelino Crispim
Jorgino Candido de Andrade
Marcelino Pedro Gonçalves
Sebastião Carlos de Andrade

Fato Marcante – Calçamento de várias ruas da cidade e de Bairros Rurais, e o grande feito que foi o asfaltamento das ruas principais de Bom Repouso MG. Também teve a iniciativa de construir o esperado Poliesportivo e ao lado o Próinfãncia. Adquiriu o prédio da Creche e instalou o C.A.S.I, construiu a nova U.B.S, investiu na saúde bucal da população deu grande apoio ao ensino Escolar,fez investimentos na área turística,adquiriu uma nova Ambulância,e conseguiu a  doação  de um microônibus da Secretaria de Saúde, fez investimentos com o meio ambiente,reabriu o Estádio Municipal. OBS: Com dois anos de mandato.

  Fonte: Câmara Municipal de Bom repouso MG


Reeleito

EDMILSON ANDRADE – PREFEITO
MESSIAS CRISPIM BRANDÃO –vice –prefeito
ADMNISTRAÇÃO  -2013 – 2016














VEREADORES
Gilberto Antônio Simões
José Sebastião de Souza
Éderson dos Santos
Ademir Francisco
Elieis Elias da Costa
Hélio José de Andrade
João Batista da Silva
José Omar Mariano
Tercílio Marcelino da Silva

 
Fato Marcante -  Foram realizadas quatro edições da copa Futebol de menores, reunindo mais de 500 crianças que ficaram alojadas nas escolas Municipais. Foi construído um Ginásio Poliesportivo, Aquisição de dois veículos cedidos á secretaria de Saúde, instalação  de academia ao ar livre, apoio as festas  e eventos tradicionais do  município, aquisição de terreno para construção da UBS no Bairro Nossa Senhora do Rosário, construção da farmácia de Minas. Melhorias na Educação Municipal, ampliação da Escola Estadual, Proinfo, Construção da 2ª Etapa da Escola  Pref. Atílio da Silva Brandão , Pró infância, planos de ação social, aquisições e melhorias no Campo (Mata Burros doados, pontes construídas, aproximadamente 4.000 Mts de bueiros) várias obras na zona Rural. AMABRE(Associação Musical e Artística Bom-repousense) Aquisição de um caminhão de Lixo, calçamentos nos Bairros e na Cidade, Reforma de banheiros públicos, Reforma da Praça Coronel Ananias de Andrade, Aquisição de terrenos, Construção e reformas de casas para pessoas mais carentes, aquisição de uma Retroescavadeira. 

 

Fonte: Programa de Infraestrutura da Cidade de Bom Repouso MG.
 
Extraído do Livro "Viver em Bom Repouso" pág. 76
 

A EMOÇÃO DE ZÉ FROZINO- Pág 101 do Livro "Viver em Bom Repouso"


 A EMOÇÃO DE ZÉ FROZINO

 

 Já com a idade avançada e já afastado da música, meu avô parecia o maestro conduzindo a banda com suas mãos no ritmo da música que era acompanhado por toda a multidão.  Olhos lacrimejantes, meu avô estava muito feliz naquele momento e a emoção tomava conta de filhos e netos por ver nosso querido avozinho tão feliz.  Anos antes, a tristeza pela morte de nossa  querida avó “Zola” havia causado lágrimas a  toda nossa família. Meu avô estava sozinho sem a presença de sua companheira de tantos anos de vida, vovó sofria do coração e não podia fazer esforços extremos, mas a teimosia era mais forte, e ela resolveu fazer uma quitanda no forno á lenha, esforçando seu coração já cansado, e nos deixando com uma tristeza e um enorme vazio pela falta de seu sorriso. Uma imensa saudade nos abatia com aquela certeza de que não mais veríamos nossa querida vovó outra vez. 

Escrevo estas lembranças e meus olhos se enchem de lágrimas, pela saudade desse tempo que não voltará mais.

José Bento de Andrade era um homem  trabalhador, homem da terra, considerado por alguns até como fazendeiro, por ter posse de muitas terras em Bom Repouso. Cidade onde nasceu e viveu sua infância e sua adolescência. Filho de João Luis de Andrade e Emilia Bento de Andrade , estudou em Bom Repouso  onde aprendeu a arte da música.

Vindo também de uma numerosa família, teve oito irmãos  que são:

 
José Bento de Andrade viveu até os oitenta e quatro anos de idade, lúcido e cercado do amor e carinho de todos os filhos e netos que o rodeavam no finalzinho de sua vitoriosa vida.

Enquanto estava ali, deitado em sua cama, já pela fragilidade de seus muitos anos de vida, ainda tinha tempo para algumas piadinhas para com todos.Dizíamos que logo ele iria se recuperar e de novo estaria pronto para apartar as vaquinhas e caminhar pelas estradas de sua propriedade.

 Com um sorriso de graça, nos respondia que só se levantaria agora, para caminhar nas nuvens do céu tão aguardado, e quando menos esperávamos, ele nos deixou com uma sutileza incrível, apenas fechou os olhos como quem apenas dormia e foi nos braços de um de seus filhos que isso aconteceu, nos braços de meu pai, João Lúcio de Andrade.
 
Texto extraído do Livro "Viver em Bom Repouso" autor Jean C. de Andrade
 

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Homenagem ao Padre Evaldo César


Peço licença aos amigos e conterrâneos para homenagear com muito carinho esta pessoa que merece todo respeito e zelo por seus feitos, um Padre, um apresentador e agora um belo escritor, um amigo de todos nós que tivemos a chance de conviver e dividir com ele alegrias e fatos bonitos da vida, nosso querido Padre Evaldo Sousa, á que muito nos orgulha por seus feitos á nível nacional.

O que é um escritor?

O Escritor é a pessoa que se expressa através da arte da escrita, ou, tradicionalmente falando, da Literatura. É autor de livros, embora existam escritores sem livros publicados .

No Brasil, podemos citar muitos exemplos de escritores considerados célebres, como Machado de Assis, Clarice Lispector e Monteiro Lobato, além de poetas como Carlos Drummond de Andrade e Vinícius de Moraes e ainda críticos como Antônio Cândido de Mello e Souza. Do mesmo modo, em Portugal surgiram nomes como José Saramago, Lídia Jorge, Eça de Queiroz e Miguel Torga, além de poetas como Fernando Pessoa e Cesário Verde.Só para citar alguns poucos entre muitos outros que, mesmo não sendo tão reconhecidos mundialmente, deixaram um importante legado no panorama da Literatura lusófona. Literatura que não se restringe apenas à Brasil e Portugal, mas engloba os demais países de língua portuguesa, que também renderam e rendem escritores famosos.

Escritor não é necessariamente o profissional que escreve romances (os romancistas), pois o autor de livros de outros tipos, como auto-ajuda, e de textos jornalísticos pode também ser considerados um escritor.

O conceito de belo ou de ética, moral e bondade em alguém

 (no escritor) depende de um lampejo filosófico ou de dogma religioso?
Ou depende, numa acepção última de um conjunto de características de personalidade cultivadas ou adquiridas ao longo do tempo de vida?Finalizando, cito uma pequena poesia de minha autoria para homenagear este nosso amigo ...

 

A Arte de Escrever

A arte de escrever vem de longe, anos e séculos  atrás.

O que hoje em um computador criamos e imprimimos, antes foi escrito com uma pena em um pedaço de papiro.

 

Já foi escrito em pedras, pergaminhos, couro e até madeira.

 

De vários modos a escrita existiu, teve épocas em que pessoas escreviam  segredos sem que soubessem ler,curiosidades de um povo antigo que escreviam em couro ou em papiro,mas que poucos podiam ver.

 

Época de Moisés, Aristóteles ou Da Vinte, a escrita se fez presente e com ela escritores, poetas e pensadores de vários  modos e de outros Continentes.

 

Em pena, lápis, caneta ou em teclado, a escrita sempre esteve perto, bem ali ao nosso lado.

 

Devemos escrever, mas com responsabilidade, de nunca nos esquecermos do que houve no passado, escrever em papel, no computador ou mesmo em um Táblet.

 

Escrever coisas Boas, história e poesia, romance ou até mesmo sua Auto Biografia, mas escrever  com carinho,tudo que aprendeu e viveu um dia.

Parabéns meu amigo Padre Evaldo por mais este lançamento.

-Jean C. de Andrade-
 
Veja a Homenagem em video....

quinta-feira, 25 de julho de 2013

A História em Video

Para você que não pode estar presente ao primeiro lançamento de um Livro que conta as histórias e lendas de Bom Repouso Minas Gerais, fatos, discursos e emoções vividas,amigos e admiradores,registros em vídeo:



 
Discurso de Jean C. de Andrade
 
                                                                                         Discurso do Professor  Mauro Pio de Almeida
 
 
 
 
 
Lançamento do Livro Viver em Bom Repouso
 
 
 
 
 
 
Discurso do Professor, músico e Escritor  Newton Alfredo Ribeiro de Noronha
 
 
 
Discurso da Professora Leonice
 
 
 
Canção de Padre Pio na vóz de Claudia Noronha
 
 
 
Momento de autógrafos...