VIVER EM BOM REPOUSO

VIVER EM BOM REPOUSO
Jean Carlos de Andrade

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

AS LENDAS DE BOM REPOUSO

Parte VI

AS LENDAS DE BOM REPOUSO


As  lendas urbanas, criadas pela fantasia popular circulavam de boca em boca deixando todo mundo tremendo de medo.

            Eram elas: a mulher de branco que caminhava todas as noites com seu vestido de noiva e seus pés nunca tocavam o chão, após a meia noite de uma sexta-feira 13 ninguém se atrevia a andar sozinho pelas ruas da cidade.

             Em minha infância, junto com alguns amigos e amigas, na festa de casamento  de uma de minhas primas, á noite, eis que olho para o pasto, do alto de minha casa,  vejo uma mulher desconhecida com o vestido longo atravessando a escuridão da noite. Num grito que dei todos os amigos que estavam comigo também viram aquela imagem assustadora.  Todos corremos para avisar nossos pais que subiram o pasto, armados de  porretes. Acredito  que os adultos estavam com mais medo que nós crianças.

            Nunca se soube se realmente era uma assombração ou uma pessoa que se vestia de branco para assim assustar  a todos.

            Não deixa de ser  engraçada uma situação dessas que contagiava toda uma cidade que também acreditava na existência de um lobisomem,  que só aparecia em noites de lua cheia. Por via das dúvidas eu ficava bem quietinho escondido em minha casa. Ainda hoje, comenta-se que o lobisomem está de volta. Dizem alguns moradores que o bairro do Campestre é o lugar onde ele se esconde.             Também uma lenda que se tornou muito famosa no cenário nacional, fazia parte do imaginário de nosso povo. Era o Chupa- Cabras, que também andou dando as caras em nossa cidade. Era muito engraçado de se ouvir as histórias desse imaginário popular, pois todos  tinham medo desse bicho e davam as mais diversas explicações sobre sua origem.  Era interessante observar as mais diversas descrições do tal Chupa-Cabras. Diziam ser um E.T, ou mesmo uma experiência cientifica que havia dado errado. Era muita imaginação e fantasia que acabou fazendo parte da história do município.

            Outro fato também chama atenção pelos detalhes arrepiantes que os mais velhos contam:

            Dizem os mais antigos moradores que a primeira Capela de Bom Repouso seria perto da sede da Fazenda Bom Retiro, próximo da atual  Igreja de Nossa Senhora do Rosário, onde hoje está a casa do conhecido “Dito Candinha”.

            Dizem que, antigamente, perto dessa Capelinha fora encontrado um corpo de mulher, que teria sido brutalmente assassinada.

Pessoas mais antigas dizem que daí nasceu mais uma lenda: a da mula sem cabeça.
Outra história que também  causou muito pavor a do  homem do poste. Trata-se de uma lenda que se iniciou há muitos anos, no tempo dos bandeirantes...   Trecho do Livro "Viver em Bom Repouso" - Autor Jean Carlos de Andrade

6 comentários:

  1. oi jean eu nasci e cresci em Bom Repouso e ouvi falar muito dessas lendas urbanas e quando criança acreditei muito no homem do poste ,na noiva cadaver que aparecia na rua da gruta ... eu achei muito legal voce escrever um livro da historia de Bom Repouso que fas parte de todos os moradores que vivem ai ,atualmente eu moro em Guarulhos mas sinto muita falta dessa cidade maravilhosa e acolhedora que todos que passam por ai nunca esquecem eu amo mihna terra natal ...parabens pela sua iniciativa de escrever um livro sobre esse pedacinho do paraiso que e BOM REPOUSO muito sucesso pra voce .
    MEU NOME E ADRIANA (FILHA DO COTECO)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi adriana, que prazer ,muito obrigado pelas palavras, a recompensa de um escritor é ter seu trabalho elogiado e bem visto pelos leitores, enquanto escrevia também viajei pelo passado de nossa terrinha e, em momentos que escrevia, algumas vezes gargalhava ao lebrar das lendas da qual morria de medo quando Criança (risos) ,obrigado mais uma vez pelo comentário Fique com Deus, querida Conterranea... Abraços!!! Jean Andrade.

      Excluir
  2. jEAN,gostei da sua entrevista e blog!Vi que tem muitos livros mas postei esse no meu blog do Recanto e espero que goste!Bjs e muito sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anne Lieri,obrigado, fiquei muito feliz em ser lembrado no Blog Recanto dos Autores,um blog inteligente e de muito bom gosto, é um prazer e uma alegria, bjssss...

      Excluir
  3. me emocionei em relembrar de bom repouso...moramos ai.. eu e meus 3 filhos..e foi uma época inesquecivel. sai por força do destino...por mim nunca sairia desta cidade...amo bom repouso....iremos um dia ai e eu e toda minha família que hj cresceu muito...faço questão de levar a tds...quanto a lenda é uma lenda real...meu filho q na época contava seus 17 anos junto c meu sobrinho foram abordados pela mulher vestida de branca e de noiva e toda rasgada e suja de sangue...ela pediu ajuda a eles ,e mandou avisar que tinha sido assassinada perto da torre...perto da casa onde morávamos...mas os dois se desesperaram e sairam correndo...corri buscar ajuda c os vizinhos, que disseram q era uma moça louca q morava ali perto...hj nos arrepiamos em relembrar tal fato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado amigo anônimo pelo comentário, também acredito nesta lenda,pois também tive esta oportunidade de ver a Mulher de branco ao longe,as outras várias lendas que contei no livro foram relatos de moradores antigos de Bom Repouso MG, fico feliz por ter gostado, seja sempre bem vindo... Um Grande abraço!!! Jean C. de Andrade.

      Excluir